Contos e Lendas Transmontanos em livro

A edição, em dois volumes, de "Contos e Lendas Transmontanos" será o culminar de um projeto iniciado em 2017 e que consistiu na recolha exaustiva de contos e lendas dos concelhos de Bragança e Vinhais.
Alex Rodrigues apresentou candidatura à primeira edição do Orçamento Participativo Portugal (OPP 2017), sendo este um dos projetos vencedores na área da cultura, implementado pela Direção Regional de Cultura do Norte.

A Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) realizou a primeira parte do projeto, a qual resultou no resgate e catalogação de 99 narrações da tradição oral e suas variantes dos concelhos de Bragança e Vinhais.

Este trabalho foi desenvolvido, no âmbito de um protocolo com a Direção Regional de Cultura do Norte, tendo sido implementado nas comunidades escolares dos dois municípios com a colaboração da Academia Ibérica da Máscara, entidade igualmente parceira do projeto.

Os concelhos de Bragança e Vinhais, selecionados para o projeto, são considerados entre os mais ricos do país em património cultural imaterial vivo, assinalando-se a existência de um grande número de narradores ativos, o que permitiu, igualmente, incorporar no projeto 39 vídeos com os “contadores de histórias” a transmitirem de viva voz os seus contos e lendas, tal como os ouviram aos antepassados.

A Academia Ibérica da Máscara selecionou um conto ou lenda por freguesia para a edição dos dois volumes de “Contos e Lendas Transmontanos”. As crianças do 1º e 2º ciclos do ensino básico das escolas de Bragança e Vinhais interpretaram graficamente os contos escolhidos, trabalhos que serviram de mote às ilustrações que integram as publicações.

Prefaciada pelo Senhor Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, e coordenada pela LeYa, esta edição será distribuída pelas crianças que participaram na ilustração dos contos e lendas, bem como apresentada ao público oportunamente.
Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on skype
Skype
Notícias Recentes
Orçada em cerca de 28 mil euros, está em curso a empreitada de conservação e restauro de seis vitrais da Concatedral de Miranda do Douro, datados de meados do século XX. O prazo de execução é de 180 dias.
«Terra Queimada», um espetáculo multidisciplinar que nos alerta para os perigos de brincar com o fogo, será apresentado dias 25, 26 e 27 de setembro, em Aguiar do Sousa, Recarei e Lomba, nos concelhos de Paredes e Gondomar.
Siga-nos