Ampliação do Museu de Miranda

A Direção Regional de Cultura do Norte formalizou hoje a aquisição de um prédio urbano anexo ao Museu da Terra de Miranda, em Miranda do Douro. O edifício agora adquirido será integrado na ampliação do espaço museológico.

A Direção Regional de Cultura do Norte formalizou hoje, através da Assinatura da Escritura Pública de Compra e Venda, a aquisição de um prédio urbano anexo ao Museu da Terra de Miranda, sito na Rua Mouzinho de Albuquerque nº 3, em Miranda do Douro.

O custo da aquisição do imóvel – 82 mil euros – é suportado, em partes iguais, pela Direção Regional de Cultura do Norte e pela Câmara Municipal de Miranda do Douro.

O edifício agora adquirido será integrado na ampliação do espaço museológico do Museu da Terra de Miranda, cujo projeto irá entretanto iniciar-se.

Fundado em 1982, e sob gestão da Direção Regional de Cultura do Norte, o Museu da Terra de Miranda evoca o tempo longo do planalto mirandês. A visita permite descobrir traços caraterísticos da vida social e cultural de uma região cuja forte identidade, manifesta na presença da língua mirandesa (segunda língua oficial da República Portuguesa desde 1998) e ancorada na agricultura, na pecuária e no comércio de fronteira, passa hoje por evoluções profundas e rápidas.

 O Museu está situado no centro histórico, e encontra-se instalado na antiga “Domus Municipalis” da cidade, edifício setecentista datado do séc. XVII.

O edifício museológico, que se estende ao longo da Rua Mouzinho de Albuquerque, deixa transparecer, através da sua estrutura, memórias que nos transportam para a prática e história do seu funcionamento, onde se desempenharam, igualmente, funções de Cadeia Municipal até ao ano de 1790.

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on skype
Skype
Notícias Recentes
Orçada em cerca de 28 mil euros, está em curso a empreitada de conservação e restauro de seis vitrais da Concatedral de Miranda do Douro, datados de meados do século XX. O prazo de execução é de 180 dias.
«Terra Queimada», um espetáculo multidisciplinar que nos alerta para os perigos de brincar com o fogo, será apresentado dias 25, 26 e 27 de setembro, em Aguiar do Sousa, Recarei e Lomba, nos concelhos de Paredes e Gondomar.
Siga-nos